Publicidade

Carioca Veraldo Santos é o maior revelador de talentos no futebol feirense

Compartilhe este Post

Não resta dúvida de que um dos maiores reveladores de talentos no futebol feirense foi o ex-treinador Veraldo Pereira dos Santos, um carioca que a quase 60 anos adotou Feira de Santana como terra e aqui consolidou um trabalho como jogador e posteriormente como treinador, onde deu oportunidade a grandes craques que marcaram época no Fluminense como Jorginho, Hugo, Zelito dentre outros. Abrindo a série especial de matérias no quadro “Feira de Santana – suas revelações e suas histórias”, Veraldo Santos contou um pouco das suas histórias ao longo do tempo, suas conquistas realizações.

Carioca de Niterói, Veraldo chegou ao time de aspirantes do Flamengo, mas certa vez fugiu da concentração e a oportunidade no time principal não veio. Depois de uma passagem no Atlético/MG, por empréstimo, ele acabou vindo para Feira de Santana jogar no Fluminense. “O presidente Juca Dias esteve no Rio em busca de alguns jogadores do Flamengo para virem para Feira de Santana e eu vim para cá. Gostei, fui ficando, casei, constitui família e daqui não sai mais e vivo aqui no meu sossego a 57 anos”, conta.

Como jogador, ele atuou no Fluminense até 1968, quando saiu do tricolor feirense após a conquista do vice-campeonato baiano e pouco tempo depois, já no começo dos anos 70 encerrou de forma prematura a carreira, aos 29 anos. “Dava para jogar até os 35, mas a responsabilidade era grande como pai de família. Eu estava no CRB em Alagoas, larguei tudo lá para voltar para cá para ver meu filho nascer. Sempre fui muito ligado a família”, conta.

O TÉCNICO

Ainda nos anos 70 começou a trabalhar como treinador a convite de Aldo Quintela, primeiro na Seleção de Feira de Santana e depois no Fluminense. Veraldo Santos ao longo do tempo se notabilizou por ser um treinador que apostou nas categorias de base e foi desta maneira que já fora das quatro linhas revelou grandes craques, a exemplo do zagueiro Jorginho e dos meio-campistas Hugo e Zelito, que em entrevista ao DIPLOMATAS lembrou que no começo dos anos 80 disputava o Campeonato Intermunicipal pela Seleção Feirense e foi através de Veraldo Santos que ele foi para o Fluminense  “É uma história bacana porque eu jogava no Flamengo de Michelinho e naquela época eu fui disputar o Intermunicipal de 1981. Chegamos bem, fomos 3º lugar com a seleção de Feira e o professor Veraldo Santos me viu jogando e me levou para o Fluminense em 82. Lembro que ele brigou muito para que eu fosse e ai foi feita a negociação: eu fui para o Fluminense em troca de pares de chuteiras”, contou Zelito à época.

Veraldo Santos se considera um treinador ousado, diferente de muitos que existem hoje. “Eu primava pela qualidade, independente da idade. Muitas vezes, os caras têm medo de colocar a garotada e eu não tinha. Se era bom, comigo jogava  porque eu não tinha medo de perder emprego”, lembra. “O Jorginho, por exemplo, tava treinando com a gente entre os reservas e com 20 minutos de treino, eu mandei chamar para que os diretores fizessem seu contrato. Não tinha mesmo de apostar, desde que o atleta mostrasse qualidade”, complementou.

O grande trabalho de repercussão feito por Veraldo Santos como técnico foi em 1992, quando conseguiu em meio a muitas dificuldades financeiras e principalmente estruturais levar o Fluminense a um patamar jamais imaginado: o vice-campeonato brasileiro da Série C. Depois de um começo claudicante sob o comando de Merrinho – dois empates contra a Catuense e o Asa/AL –  Veraldo veio substituir Merrinho e o que seria um trabalho “tampão”, em princípio, se transformou em um trabalho de relevância contando com elenco de poucas estrelas. Os mais conhecidos eram Edinho Jacaré, campeão brasileiro de 1988 pelo Bahia; Zelito, cria do próprio Veraldo; e Estevan, com passagens por vários times do Brasil, inclusive a dupla BaVi.

Nomes como Eugênio (goleiro); Itamar e Dimas (laterais); Augusto e Neto (zagueiros); Carlinhos Feirense, Acácio e Marquinhos Suíço (meio-campistas); Ronaldo, Ieiê, Baiano e Mococa (atacantes) até então pouco conhecidos ganharam uma grande projeção com aquela memorável campanha e por tudo o que se viveu, que foi feito, muitos chegam a considerar o Touro do Sertão como campeão moral daquela competição vencida pela Tuna Luso em um jogo atípico realizado no Estádio Evandro Almeida, o Baenão, em Belém/PA no dia 15 de junho de 1992. “Até hoje as pessoas lembram este trabalho que fizemos, não só eu mais o professor Almir Pinto, o Antônio Lopes, os demais da comissão, os atletas… Foi um trabalho maravilhoso e que é lembrado sempre, o que nos dá muita satisfação”, declarou Veraldo.

A APOSENTADORIA

Assim como foi no tempo de jogador, Veraldo Santos, de forma prematura – com pouco mais de 50 anos – deixou a carreira de treinador e passou apena a bater babas e acompanhar o futebol pela TV. “É gostoso, o meio futebol, porém com o passar do tempo vão acontecendo desgastes. Você tem que administrar uma série de situações envolvendo o clube e aí chegou um momento que me questionei se vali a pena tudo isso e vi que o melhor era buscar outra forma de sobreviver. Sinto saudades, mas não me arrependo de ter deixado o futebol porque a minha paz, o meu sossego e principalmente minha família são mais importantes do que qualquer coisa”, afirma. “Graças a Deus tenho minha vida equilibrada financeiramente e o futebol hoje eu vejo como um lazer, não mais como profissão e para mim já é o suficiente”, completa.

Veraldo Santos diz que pouco tem acompanhado o Fluminense nos últimos tempos. “É difícil opinar sobre algo que pouco se fala. O Fluminense vive um momento triste e como ex-jogador e treinador lamento, porém torço para que num futuro próximo a situação mude e o time volte a viver dias de glória”, destaca.

Por Cristiano Alves

Foto e reportagem – Miro Nascimento

Edição visual – Sidnei Campos

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

62 respostas

  1. Great blog! Do you have any suggestions for aspiring writers?
    I’m planning to start my own website soon but I’m a little lost on everything.

    Would you suggest starting with a free platform like WordPress or go
    for a paid option? There are so many choices out there that I’m totally
    overwhelmed .. Any ideas? Thanks a lot! scoliosis surgery https://0401mm.tumblr.com/ scoliosis surgery

  2. Pingback: cialis half life
  3. Pingback: cialis dosage 20mg
  4. Pingback: buy viagra
  5. Pingback: otc viagra walmart
  6. Pingback: meloxicam sedation
  7. Pingback: Anônimo
  8. Pingback: order ivermectin
  9. Pingback: ivermectin kaufen
  10. Pingback: ivermectin buy
  11. Pingback: what is tadalafil
  12. Pingback: cialis cost 20mg
  13. Pingback: win casino
  14. Pingback: tadalafil otc
  15. Pingback: canadian tadalafil
  16. Pingback: buy viagra online
  17. Pingback: cephalexin formula
  18. Pingback: cialis 20mg online
  19. Pingback: keflex covers
  20. Pingback: flagyl dressing
  21. Pingback: bactrim antibiotic
  22. Pingback: celecoxib route
  23. Pingback: 3intensify
  24. Pingback: viagra
  25. Pingback: revatio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.