Publicidade
Publicidade
Publicidade

SÉRIE B: Rodada decisiva, time voltando a elite do futebol e outro voltando a Z

Compartilhe este Post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Três jogos movimentaram a 36ª rodada da Série B do Brasileiro no início da tarde desta segunda-feira (15). No Rio de Janeiro, jogando no Nilton Santos, o Botafogo bateu o Operário-PR por 2 a 1, de virada, e garantiu seu retorno à Série A de maneira antecipada. Já no Estádio do Café, em Londrina (PR), os donos da casa venceram a Ponte Preta pelo mesmo placar. Enquanto no Augusto Baüer, em Brusque (SC), o Quadricolor fez 1 a 0 no CRB-AL e deixou o Z-4.

Já no início da noite dois jogos movimentaram a 36ª rodada da Série B do Brasileiro e em confronto realizado nos Aflitos, em Recife (PE), o Náutico superou o Sampaio Corrêa por 2 a 1. Já no Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia (GO), Vila Nova-GO e Vasco empataram por 2 a 2 em partida agitada.

FOGÃO SUBIU!

No Nilton Santos, na cidade do Rio de Janeiro, o Botafogo bateu o Operário-PR e garantiu seu retorno à Série A. O primeiro tempo terminou sem gols. Na etapa final, quem abriu o placar foi o Fantasma: aos 16, Fabiano ficou com a sobra de bola na área, após cobrança de escanteio, finalizou de canhota e balançou as redes do Glorioso.

Enderson Moreira, comandante do acesso. Foto: Instagram Botafogo

Na altura dos 28 minutos, Pedro Castro deixou tudo igual no marcador. Chay dominou pelo lado direito e levantou na primeira trave, o volante apareceu na frente da defesa, e testou com força no canto. Já aos 36, a virada veio: Matheus Frizzo recebeu o passe na esquerda, cruzou, Navarro fechou na primeira trave e desviou para o gol, dando números finais ao confronto. Garantido na Série A em 2022, o Glorioso segue na liderança, com 66 pontos somados. Já o Fantasma está em 12º, com 45 pontos.

No Estádio do Café, em Londrina (PR), o Tubarão bateu a Ponte Preta por 2 a 1. A equipe paulista inaugurou o marcador logo no início da partida. Na altura dos dois minutos, Camilo cobrou uma falta pelo lado esquerdo, Moisés venceu a defesa pelo alto e tocou de cabeça para o fundo do gol. Porém, quando o relógio apontava 20 minutos, Zeca, de pênalti, assinalou para o Tubarão e deixou tudo igual.

A virada aconteceu na reta final da segunda etapa: quando o relógio marcava 41 minutos, Córdoba levantou na área, Salatiel chegou e desviou para o fundo do gol, decretando a vitória dos donos da casa.

Na tabela, o Londrina está em 17º, com 41 pontos somados. Já a Ponte fica em 14º, com 43.

Jogando no Augusto Baüer em Brusque (SC), o Quadricolor bateu o CRB-AL por 1 a 0. O gol da partida saiu aos 38 minutos: Foguinho serviu Thiago Alagoano entre os zagueiros, na área, e o atacante apenas tirou do goleiro Diogo Silva para assinalar o gol que garantiu os três pontos.

Na classificação, o Quadricolor está em 15º, com 41 pontos somados. Já o Galo fica em sexto, com 57 pontos conquistados.

Duelando no Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia (GO), Vila Nova-GO e Vasco ficaram no empate. O Vila abriu o placar no primeiro tempo: na altura dos 13 minutos, após cobrança de escanteio, Riquelme afastou, mas a bola sobrou limpa para Pedro Bambu, na área, que encheu o pé, contou com um desvio em Morato, onde a bola subiu e foi morrer no fundo das redes.

Logo no minuto inicial da segunda etapa o Vasco empatou: após bela trama com Daniel Amorim, Nenê invadiu a área e serviu Morato, que apenas empurrou para o gol. A virada vascaína veio quando o relógio marcava sete minutos: o goleiro Georgemy tentou afastar a bola de cabeça, mas ela encontrou o pé de Daniel Amorim, que de primeira, chutou para fazer um belo gol e deixar o Vasco na frente.

Porém, na altura dos oito minutos, Clayton recebeu o passe de Dudu, chutou cruzado, marcou o gol e deu números finais ao confronto. Na classificação, o Vila Nova chega aos 45 pontos e está em 13º. Já o Cruzmaltino permanece em nono, somando 48 pontos.

O Náutico bateu o Sampaio Corrêa-MA por 2 a 1, jogando nos Aflitos, em Recife. Após primeiro tempo sem gols, o Timbu abriu o placar aos 23 minutos da segunda etapa: Camatunga tocou na bola chutada por Juninho, matou o goleiro e inaugurou o marcador. Já na altura dos 27, Jean Carlos finalizou, a bola desviou em Álvaro e foi morrer no fundo do gol, ampliando o placar.

A Bolívia Querida descontou aos 41 minutos, quando Éder Lima levantou na área e Gabriel Popó cabeceou para o gol. Mas, a equipe visitante não conseguiu o empate e os três pontos ficaram com o Timbu.

O Náutico está agora com 52 pontos e em oitavo lugar na tabela de classificação. Já o Sampaio fica em 10º, com 46 pontos somados.

Fonte: FI Foto: Divulgação instagram Botafogo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *