Publicidade

“Não é hora de jogar a toalha”, diz Zé Chico

Compartilhe este Post

Logo após a derrota por 2 x 0 diante do Galícia – pela quinta rodada do Campeonato Baiano – o presidente do Fluminense, José Francisco Pinto, o Zé Chico se reuniu com o técnico Arnaldo Lira ainda nos vestiários do Estádio Joia da Princesa, onde foi reforçada a necessidade de se buscar novas contratações para que o tricolor feirense possa reagir na Série B do Campeonato Baiano.

Com cinco pontos na classificação, a situação do Touro do Sertão se complicou um pouco, porém dirigentes e comissão técnica são unânimes em reconhecer que ainda existe condição de uma recuperação. “Nem tudo tá perdido: chegamos agora na metade da 1ª fase, a distância nossa para o Itabuna (4º colocado) não é grande e podemos reverter este quadro. Para isso estamos contratando: o Mucuri (meia-atacante) já estreou e estamos em busca de outros reforços”, disse Zé Chico.

O dirigente disse ainda que não está faltando empenho na busca de atletas por parte do Departamento de Futebol. “Não está sendo fácil: estamos no mercado buscando atletas, porém com várias competições em andamento é complicado se tirar bons jogadores dos outros clubes. Estamos tentando e esperamos esta semana ter ais novidades para o time”, afirmou o presidente.

A prioridade é de que sejam contratados até cinco atletas. “Já conversamos com o treinador e se conseguirmos estas contratações, ai teremos um grupo mais equilibrado e poderemos ainda chegar. Não é hora de desespero não: o Fluminense é grande e todos sabem o tamanho do prejuízo que a cidade terá se não voltarmos a elite do futebol baiano. Estamos lutando muito, não é hora de ‘jogar a toalha’ e temos que seguir acreditando e buscando nosso objetivo”, afirmou Zé Chico.

Por Cristiano Alves

Foto – Cristiano Alves

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Uma resposta

  1. Zé Chico, PARABÉNS. Pedimos por favor, segure mais essa adversidade que se abate neste momento no nosso FLU. Vamos seguir de cabeça erguida em busca dos triunfos. Ainda há tempo. O FLU é maior. E você ZÉ, é nossa esperança. SOLTA O TOURO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.