Publicidade

Mota diz que se arrepende de ter apoiado Paulo Carneiro

Compartilhe este Post

A crise institucional do Vitória teve mais um capítulo nos últimos dias. Com o pedido de licença de Luiz Henrique Viana para tratar a saúde e a prorrogação do afastamento de Paulo Carneiro por 60 dias, coube a Fábio Mota, presidente do Conselho Deliberativo, a missão de assumir a presidência do Conselho Diretor do clube pelos próximos 30 dias, a partir desta quinta-feira.

Um dia antes de se tornar o novo presidente em exercício do Vitória, Fábio Mota concedeu entrevista ao Segue o Baba e explicou como vai funcionar o grupo gestor, formado por nomes conhecidos do torcedor rubro-negro, entre eles os ex-presidentes Alexi Portela e Ademar Lemos, e o ex-vice-presidente Manoel Matos. – Eu tinha duas alternativas: renunciar, ir para casa e dizer que o problema não é meu. Se eu fizesse isso, não iria dormir. Minha família foi contra, meus amigos. Assumirei nesses 30 dias. Inclusive, sem receber um centavo. E montarei um grupo gestor – disse.

Fábio também esclareceu a situação de Paulo Carneiro, afastado desde o dia 2 de setembro, quando o Conselho Deliberativo decidiu acatar o parecer do Conselho de Ética e sugeriu a suspensão do gestor para que possíveis irregularidades fossem melhor apuradas por uma comissão processante.

Fábio, que integrou a chapa de Paulo Carneiro, admitiu arrependimento pelo apoio ao gestor durante a eleição. Recentemente, Paulo Carneiro chamou o presidente do Conselho Deliberativo do clube de “judas”.- Estávamos vindo de duas gestões ruins, que levaram o clube para Série B, endividaram o clube. E a ideia da eleição de Paulo Carneiro não foi só minha. Manoel Matos não aceitou ser candidato, nem Alexi, nem Ademar. Por fim, convergiu para Paulo ser candidato. E tinha-se uma ação que montava o grupo, e as ações seriam debatidas, conversadas. Infelizmente, o que foi planejado durante a campanha não foi feito. Evidente que me arrependo [de ter apoiado Paulo Carneiro]. Além de presidente do Conselho, sou torcedor do Vitória. Não queria que o clube tivesse passado pelo passou. Errei, mas não sou único que errou. Errou quem apoiou Ricardo David, Ivã de Almeida. O Vitória vem em uma sucessão de erros. Assumo minha parte da culpa.

Fonte – Globo Esporte

Foto: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.