Publicidade
Publicidade

Em áudio, Paulo Carneiro diz que acusações são uma questão política no Vitória

Compartilhe este Post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Acusado de apropriação indébita de equipamentos pertencentes à academia do Vitória, o presidente afastado do Vitória Paulo Carneiro declarou que a situação é na verdade uma questão política do clube, perseguição pessoal e, por respeito à sua história, não iria se posicionar. No início da semana, no entanto, o ge teve acesso a um áudio vazado do gestor, que comentava o assunto. “Estão tentando pegar uma situação ridícula para criar um processo político contra mim, né? E todo dia sai de casa um bobo e um sabido. Você precisa escolher de que lado você está. Um cara com minha história, minha estatura, você acha que vai pegar equipamento do Vitória? Mais fácil dar equipamento ao Vitória que pegar, você não acha? Pegar, para quê? Com que objetivo? Por que não pensam as pessoas, não refletem?”, pergunta Paulo Carneiro, na mensagem. “Hoje o presidente do Conselho e o seu Conselho estão reduzindo o mandato do presidente eleito por uma questão política, absurda, de denúncias vazias”, afirmou, na ocasião.

Eleito em 2019, Paulo Carneiro está afastado da presidência do Vitória desde o mês de setembro, quando foi acatado parecer do Conselho de Ética, que recomendava apuração de possíveis infrações em sua gestão. O presidente do Conselho Deliberativo, Fábio Mota, é o presidente em exercício, já que Luiz Henrique Viana pediu licença para tratar a saúde.

Por Cristiano Alves com informações do Globo Esporte

Foto – Pietro Carpi/ECV

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.