Publicidade

Bahia e Sport buscam triunfo para espantar crise na Série A do Brasileirão

Compartilhe este Post

Vivendo situações complicadas na Série A do Campeonato Brasileiro, Bahia x Sport se enfrentam hoje às 18h15min no Estádio Metropolitano de Pituaçu, buscando a vitória a todo custo: o Bahia tentando “estancar” o momento ruim, que deixa o treinador Dado Cavalcante balançado no cargo e o Sport em meio à crise financeira tentando o triunfo para se afastar da zona de rebaixamento.

O momento do Bahia não é bom: quatro derrotas seguidas e sem marcar um gol sequer, englobando confrontos pela Copa do Brasil e Série A do Brasileiro. Pelo Brasileirão, depois de levar 1 a 0 do São Paulo, no Morumbi, foi surrado, em casa, por 5 a 0, pelo Flamengo, e na jornada anterior levou 3 a 0 do Atlético-MG, também em Belo Horizonte.

Com 17 pontos (cinco vitórias, dois empates e seis derrotas), o Bahia iniciou a disputa da 14ª  rodada ocupando a 9ª colocação na tabela de classificação da Série A do Campeonato Brasileiro, quando já levados em consideração os critérios de desempate, uma vez que Corinthians (10º) e Fluminense (11º) apresentavam a mesma pontuação. Como mandante, mantém o mesmo padrão de desempenho. Também é o nono colocado no ranking dos donos da casa do Brasileirão. Dos 21 pontos que disputou como coluna um, ganhou dez (três vitórias, um empate e três derrotas). Fez nove gols e sofreu 11.

O time deve ir a campo com a seguinte formação: Matheus Teixeira (Danilo Fernandes); Nino Paraíba, Conti, Ligger e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Jonas (Matheus Galdezani), Lucas Araújo e Óscar Ruíz; Rossi, Rodriguinho e Gilberto.

CRISE

No Sport, a batalha mais dura vem sendo travada fora dos gramados. Com o clube atravessando uma gigantesca crise financeira, a nova diretoria do clube tenta reduzir a folha de pagamento na tentativa de colocar as contas em dia. Com isso, a porta de saída esta escancarada para os atletas que não aceitaram o que foi apelidado de ‘proposta de readequação financeira’. O eufemismo para redução de salário. O zagueiro Maidana foi a nova baixa provocada por essa política. Deixou o clube nesta semana.

Se juntou ao goleiro Luan Polli, aos laterais Júnior Tavares e Patric, ao volante Ricardinho e ao atacante Maxwell, que já saíram do Leão. A meta é zerar o prejuízo de R$ 1,5 milhão mensal que o clube vem apresentando. Assim, o técnico Umberto Louzer vai vendo suas opções ficarem reduzidas na luta para evitar a queda para Segunda Divisão. Sem mencionar os problemas físicos. Leandro Barcia, Neilton, Thiago Neves, Sander e João Igor estão aos cuidados do departamento médico.

Com 11 pontos (duas vitórias, cinco empates e seis derrotas), o Sport iniciou a disputa da décima quarta rodada figurando na décima sexta posição da tabela de classificação do Brasileirão. É o primeiro posto fora da zona de rebaixamento. No entanto, apresentava a mesma pontuação do São Paulo, décimo sétimo colocado e primeiro time na região da degola. Levava vantatagem apenas quando os critérios de desempate eram considerados. Como visitante, tem desempenho superior. É o décimo terceiro no ranking desse quesito da Série A do Campeonato Brasileiro. Dos 21 pontos que disputou na condição de coluna dois, ganhou seis (uma vitória, três empates e três derrotas). Fez cinco gols e sofreu sete.

Para evitar finalizar a rodada dentro do Z4, o Sport que necessita vencer o duelo diante do Bahia, deve repetir a mesma equipe do último jogo, diante do Ceará, vindo escalado então com: Maílson; Hayner, Rafael Thyere, Sabino e Chico; Marcão Silva, José Welison, Thiago Lopes e Gustavo Oliveira; Everaldo e André (Tréllez).

Foto – Bruno Cantini / Atletico

Com informações de Cristiano Alves

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.