Publicidade

Bahia de Feira e Bahia vivem momentos opostos na largada do Baianão

Compartilhe este Post

Bahia de Feira e Bahia vêm para a estreia do Baianão por caminhos diferentes: enquanto o Tremendão, atual vice-campeão estadual teve uma preparação tranquila, sem maiores problemas, o Esquadrão além do tempo reduzido para se preparar vem de uma semana conturbada, marcada por um surto de covid-19.

O Bahia de Feira vem de um vice-campeonato estadual, em uma decisão histórica – envolvendo duas equipes do interior – diante do Atlético de Alagoinhas e aposta em um técnico renomado, Flávio Araújo, para fazer uma boa campanha. O clube manteve alguns atletas do ano passado, mas também seguiu as indicações do novo treinador, Flávio Araújo.

No total, o novo plantel é formado por 36 profissionais, sendo 29 atletas e 7 integrantes da comissão técnica.

Já o Bahia de Salvador iria começar com o time de transição, comandado pelo auxiliar Bruno Lopes, enquanto o profissional reforçava a sua preparação para entrar em campo a partir da terceira rodada. No entanto, um surto de Covid-19 arrebatou o elenco e com isso muitas mudanças serão feitas.

Até o momento, os laterais Jonathan e Luiz Henrique, os zagueiros Felipe Torres, Gustavo Henrique e Ignácio, os meio-campistas Jeferson Douglas, Luizão e Willian Maranhão; e os atacantes Marcelo Cirino, Ronaldo e Óscar Ruiz estão na lista dos infectados que foram isolados. No jogo de hoje, o Bahia terá o comando do auxiliar-técnico Vinícius Rovaris, que substitui Bruno Lopes infectado pela Covid-19.

A última partida disputada pelos dois times na Arena Cajueiro foi em 12 de março do ano passado, quando o Tremendão levou a melhor e sapecou 3 x 0 com gols de Bruninho, Diones e Felipe Valdívia. Era a partida de volta porque o Bahia de Feira fez melhor campanha e decidia a classificação em casa para a finalíssima do estadual. No jogo de ida o Tremendão perdeu por 1 x 0.

BAHIA DE FEIRA X BAHIA

LOCAL – Estádio Professor Jodilton Souza (Arena Cajueiro)

ARBITRAGEM – Josué Reis de Jesus Junior, auxiliado por Antonielson Jesus da Silva e Bruno da Paixão.  

BAHIA DE FEIRA – Adilson; Wellison, Paulo Paraíba, Marcelo e Cazumba; Victor Salvador, Caíque Bonfim, Diones e Cássio; Zé Oliveira, e Deon.

TÉCNICO – Flávio Araújo.

BAHIA – Mateus Claus; Douglas Borel, Ligger, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick, Mugni e Marco Antônio; Brenner, Raí Nascimento e Marcelo Ryan.

TÉCNICO – Vinícius Rovaris

Por Cristiano Alves

Foto – Felipe Oliveira/ECB

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.