Publicidade
Publicidade

Feirense busca vaga no Vôlei de Praia para jogar Mundial Estudantil na França

Compartilhe este Post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O estudante feirense Gustavo Santana Bonfim, conhecido como Gusta, 17 anos, será um dos representantes da Bahia na seletiva nacional do Gymnasiade, que acontece entre hoje e o próximo dia 18 de abril em Rio Branco no Acre. Ele juntamente com o seu parceiro Pedro Joaquim, 15 anos, disputarão a seletiva de Vôlei de Praia que apontará os representantes brasileiros na modalidade na Olimpíada Mundial Escolar, maior competição multiesportiva disputada por estudantes de 13 a 17 anos de idade, que será realizada em maio, na França

A Gymnasiade é um evento poliesportivo mundial que acontece a cada dois anos. Organizado pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) desde 1974, ela é considerada a olimpíada escolar. A competição é mais um passo a ser dado por Gusta que desde os 13 anos iniciou a sua caminhada no Vôlei de Praia, juntamente com seu pai e desde então tomou gosto pela modalidade e mesmo enfrentando algumas dificuldades nunca desistiu de competir.

O gosto pela modalidade fez com que ele buscasse disputar torneios e competições inclusive em Salvador e foi desta forma que ele chamou a atenção dos dirigentes da Federação Baiana de Vôlei de Praia e daí veio o convite para representar a Bahia em diversas competições nacionais. Com parceiro Joaquim, Gusta tem alcançado resultados expressivos como o título sub-21 conquistado em Salvador no mês passado; o vice-campeonato sub-17 ocorrido no mês de fevereiro; a quarta colocação no Campeonato Brasileiro ocorrido em Cuiabá\MT, além de ter jogado o Qualify e o Brasileiro no Rio de Janeiro.

O desafio de Gusta e seu parceiro Joaquim é um dos maiores até então na trajetória do garoto, já que cerca 300 atletas e dirigentes de 26 Estados e o Distrito Federal disputarão a modalidade do vôlei de praia, em que serão definidos os representantes do Brasil na Olimpíada Mundial Escolar.

DIFICULDADES

Gusta (a esquerda) e o seu parceiro Joaquim representam na Bahia na seletiva do Gymnasiade que começa hoje em Rio Branco no Acre

Mas para levar adiante o sonho de se consagrar como atleta de Vôlei de Praia, o garoto enfrenta algumas barreiras como a distância, já que seu parceiro mora em Salvador e por muitas vezes ele tem que se deslocar para a capital do Estado para fazer seus treinamentos. Com a pandemia veio outra questão: a falta de espaços para treinar em Feira de Santana já que por muito tempo os locais estiveram fechados para a realização de qualquer atividade esportiva. Para completar, mesmo tendo bons resultados o atleta não possui patrocínios fixos e por muitas vezes disputa competições com recursos da própria família. “São dificuldades que tenho que passar, mas tudo isso só serve de estímulo para que eu bosque treinar cada vez mais para me sair bem em tudo que participar. Essa competição que vou disputar lá no Acre é de alto nível, mas estou confiante de junto com meu parceiro conquistar o objetivo de representar o Brasil nessa competição internacional”, disse Gusta.

E quem pensa que o adolescente terá descanso se enganou porque quando voltar do Norte do Brasil já vai emendar com a preparação para a disputa de mais uma etapa do Campeonato Brasileiro, que acontecerá no final desde mês em Brasília\DF.

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.