Publicidade

Kiko O’Brian é uma das promessas do MMA feirense em 2022

Compartilhe este Post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Feira de Santana vem se tornando nos últimos anos um grande “celeiro” que projeta atletas para as artes marciais mistas, seja em qual for a modalidade a cidade sempre tem um representante honrando as cores do segundo maior município da Bahia. Depois de Carlos Felipe “Boi” e Virna Jandiroba terem ganhado evidência ao participarem da maior franquia do esporte de combate, o Ultimate Fighting Championship (UFC), outros nomes também vêm se destacando e buscando um lugar ao sol. É o caso do lutador da Team Velame Fight House, Kiko O’Brian, que vive uma grande expectativa para o ano de 2022.
Depois de passar um período parado por conta da pandemia, Kiko voltou com toda a força a lutar e fechou o ano com o título brasileiro de Jiu-jitsu sem kimono pela Federação Internacional Jiu-Jitsu Desportivo (FIJJD). “Acho que é o grande incentivo para que a gente busque novos desafios. E por que não? Já temos atletas de excelência que representam bem a cidade e com certeza quero ser mais um a lutar por grandes conquistas”, declarou.
O atleta considera que o ano de 2021 foi positivo para a sua caminhada.”Após um período parado porque os eventos estavam sem acontecer por causa da pandemia, voltei e trabalhei muito no sentido da minha evolução principalmente na luta em pé. O trabalho de professor Robenilson Vieira é sensacional. Não é à toa que ele representou o boxe do Brasil em três Olimpíadas. Agregou muito, mas tenho consciência que tenho muito ainda a evoluir”, analisou.
Diante disso, O’Brian busca fazer de 2022 um ano de consolidação “A expectativa é que este ano de seja o melhor ano da minha carreira. Tenho o suporte da minha equipe e o trabalho de excelência feito pelo meu treinador Renato Velame, junto com toda equipe de treinadores e meus companheiros de equipe. Mudei minha preparação física para obter um melhor desempenho, agora estou em um trabalho bem específico com meu preparador físico Elias Silva Trainer, e o foco é estar voando em 2022”, disse. “Para esse ano tenho em mente fazer pelo menos duas lutas. Temos algumas situações em vista e a expectativa é que ao decorrer do ano tudo saia como esperado para alcançar o objetivo traçado”, ressaltou.

DESEJO
Kiko O’Brian também revelou dentro da sua categoria qual o adversário gostaria de lutar e que evento hoje está dentro dos seus planos. “Tem muita gente boa aí na categoria. Mas tem dois nomes que eu tenho em mente. Tem um argentino que a gente já teve possibilidade de lutar, mas teve pandemia e o evento foi adiado, que é o Ignacio Fernandez. E tem um outro que é um cara que eu gostaria de ter a honra de dividir o cage com ele que é o Felipe Trunks. Ele vem de bons resultados e espero um dia poder ter essa luta com ele. Com relação ao evento seria o Natal Fight Combat (NFC) o evento perfeito pra isso, é um evento que cresce a cada dia e tem tudo pra se firmar como um dos principais do país. Outro seria o WFC de Luís Eduardo Magalhães, onde eu já lutei e já recebi o contato que esse ano haverá nova edição e o evento conta comigo. Mas, é claro que isso tudo precisa passar pelo meu treinador. O sensei Renato Velame que cuida da carreira de cada um dos atletas da equipe com muito cuidado e tenho certeza que ele fará o que for melhor pra mim”, afirmou.

Por Cristiano Alves e Sidnei Campos

Foto – Divulgação

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.