Publicidade

Referência no plantão esportivo, Carmelito Almeida morre aos 88 anos

Compartilhe este Post

Uma das figuras marcantes na crônica esportiva da Bahia – o plantonista Carmelito Almeida – faleceu ontem em Salvador, aos 88 anos, vítima de infarto fulminante. Ele estava afastado dos microfones há muitos anos, mas ainda atuava como diretor da Associação Baiana de Imprensa.

Carmelito Walter de Almeida marcou época na Rádio Sociedade da Bahia, ao trabalhar ao lado de nomes consagrados da crônica baiana como Nilton Nogueira, Djalma Costa Lino, Genésio Pina Ramos, Armando Oliveira, Silvio Mendes dentre outros.

Ele integrou uma das mais consagradas equipes na Rádio Sociedade da Bahia comandada por Nilton Nogueira nos anos 80 que tinha os narradores Djalma Costa Lino e Nilton Batista; os repórteres Silva Rocha, Jota Lacerda e Manoel Messias e o comentarista Armando Oliveira. Ele se manteve ativo na área radiofônica até metade da década de 90 quando se afastou dos microfones de forma definitiva. Mesmo sem contar com os recursos tecnológicos da atualidade, ele fazia seu trabalho de forma brilhante, trazendo resultados e informações com precisão e credibilidade inconfundíveis, se tornando uma referência para jovens profissionais da comunicação.

Além de comunicador, Carmelito Almeida foi bancário e também trabalhou como corretor de imóveis. O enterro será nesta terça (19), às 16h, no Cemitério do Campo Santo, na capital baiana.

Por Cristiano Alves

Foto: Arquivo Pessoal

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.