Publicidade

Talisca tem salários atrasados na Arábia Saudita e discute rescisão

Compartilhe este Post

Com a contratação de um atacante como prioridade para 2022, o Corinthians voltou a mirar um antigo desejo: o feirense Anderson Talisca, de 27 anos, que atualmente está no Al Nassr, da Arábia Saudita.

O jogador é cobiçado pelo Corinthians há anos, mas o investimento necessário para tê-lo sempre foi um empecilho. Agora, porém, o cenário pode mudar. Isso porque Talisca está com salários atrasados há alguns meses no Al Nassr e discute seu futuro no clube árabe. Uma possível rescisão contratual está na pauta, fato que alimenta as esperanças alvinegras.

A possibilidade de o Corinthians contratar o atacante para 2022 foi noticiada inicialmente pelo jornalista Samir Carvalho. Representado pelo escritório do empresário Carlos Leite, que tem ótimo trânsito no Corinthians, Talisca recebeu nesta semana a visita de dois de seus agentes. Na Arábia, eles se reunirão com a diretoria do Al Nassr para tentar resolver as pendências com o jogador.

Apesar do atraso salarial, uma eventual rescisão contratual do jogador não é tão simples. Ele chegou ao Al Nassr em maio deste ano e, segundo informações veiculadas na época, os árabes pagaram 8 milhões de euros (cerca de R$ 50 milhões) para tirá-lo do Guangzhou Evergrande.

Revelado no Bahia, Talisca teve a primeira experiência no exterior no Benfica. Depois, passou pelo Beşiktaş, da Turquia, e pelo Guangzhou. Na China, ele atuou por três temporadas, tendo feito 39 gols em 65 jogos e sendo campeão da liga local em 2019. 

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.