Publicidade

Guto vê evolução do Bahia em goleada, mas diz: “Estamos longe do ideal”

Compartilhe este Post

O Bahia espantou a má fase com uma goleada por 5 a 0 obre o Globo FC, no último final de semana, pela Copa do Nordeste. Superior ao adversário do início ao fim da partida, o Tricolor abriu 3 a 0 aos 25 minutos do primeiro tempo com Raí, Marco Antônio e Rodallega. Na etapa final, o time ainda marcou novamente com o artilheiro colombiano e fechou o placar com Marcelo Cirino.


O Tricolor começou a construir a vitória com um gol marcado por Raí logo aos dois minutos. Na entrevista coletiva após a partida, o técnico Guto Ferreira admitiu que a situação facilitou os caminhos do time.- Primeira coisa foi o gol cedo. O gol que a gente criou em quatro jogos, nos primeiros cinco minutos. E o primeiro que saiu. Isso trouxe tranquilidade para a equipe. A partir daí, as coisas vão facilitando. A equipe conseguiu desenvolver o jogo, mover a bola, fazer as tabelas, as triangulações treinadas, o movimento por dentro, por fora. S você tivesse filmado o treino de sexta, aqui na arena, e tivesse visto o gol, que eu acho que foi o quarto gol nosso, igualzinho ao que fizemos no treino. Inclusive, saiu um gol também [no treino], porque fizemos a movimentação antes, para provocar esse espaço, e as coisas aconteceram – avalia o técnico. – Estamos tendo algumas coisas importantes, posicionamento entrelinhas dos homens de frente, com giros rápidos, aproximação. Isso foi o que foi de melhor. No início, tivemos um “pega e pressiona” bom, de resgate, quando time subiu pra atacar. No segundo tempo, empurramos eles. Mas ainda temos que melhorar para permitir que nosso adversário jogue menos contra a gente – completa.


Guto destacou a importância da vitória para a confiança do time, que não vencia há três jogos, entre compromissos pela Copa do Nordeste e Campeonato Baiano.- Foi um jogo importante porque trouxe um triunfo com uma margem de gols importante. A gente conseguiu boas jogadas. Esse tipo de situação tende a trazer confiança, esse foi o fator preponderante. Não foi tudo perfeito, como a gente gostaria, mas houve uma evolução bastante grande. Mas tem muita coisa a se corrigir também.

Fonte – Globo Esporte

Foto – Rafael Machado

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.