Publicidade

Bahia perde Gabriel Saraiva: um dos pioneiros no plantão esportivo

Compartilhe este Post

O rádio esportivo baiano está de luto já que um dos seus ilustres representantes, Gabriel Saraiva faleceu no dia de hoje. Saraiva se notabilizou na imprensa por ser um dos principais profissionais em atuação no serviço de radioescuta, por muitos e muitos anos numa época em que não existia um aparato tecnológico e ele conseguia ser preciso ao passar informações principalmente de competições que estivessem acontecendo em outros estados brasileiros e pelo mundo a fora.   

Saraiva é considerado um dos pioneiros no plantão esportivo no rádio baiano: fez história nos 16 anos de rádio Excelsior (anos 1950), cinco anos na Cruzeiro (1960), oito na Sociedade da Bahia e quatro na Cultura (anos 1980). Com um potente rádio importado da Alemanha que lhe foi dado de presente pelo seu pai, ele conseguia captar emissoras do Brasil e boa parte do mundo, tendo sempre informações privilegiadas dos principais acontecimentos de qualquer lugar do mundo. Nestes anos todos, o trabalhou de maior notabilidade foi na Rádio Sociedade da Bahia ao lado de Carmelito Walter de Almeida, um dos mais competentes profissionais que atuou no rádio baiano

Ele tratava de uma pneumonia e morreu no Hospital da Bahia. Amigos têm iniciado uma campanha para que o troféu do Campeonato Baiano deste ano se chame Gabriel Saraiva, em homenagem a ele. Gabriel Saraiva deixa os filhos Manuel Frederico e José Gabriel. 

Por Cristiano Alves

Foto – Divulgação

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.