Publicidade

Ataque ao ônibus do Bahia: polícia prorroga inquérito por mais 30 dias

Compartilhe este Post

A Polícia Civíl informou, que prorrogou por mais 30 dias o inquérito que investiga o ataque ao ônibus do Bahia, ocorrido em 24 de fevereiro, quando a delegação tricolor se aproximava da Arena Fonte Nova para uma partida da Copa do Nordeste, contra o Sampaio Corrêa.

De acordo com a nota da polícia, os detalhes do procedimento não são divulgados para “preservar o andamento das investigações”.

– O inquérito terá prazo renovado e encontra-se em curso. Medidas sigilosas estão em andamento e demais diligências. Os detalhes do procedimento não estão sendo divulgados, com o objetivo de preservar o andamento das investigações – diz o documento. O ônibus do Bahia foi emboscado e atingido por artefatos explosivos quando chegava à Arena Fonte Nova, antes da partida contra o Sampaio Corrêa, pela Copa do Nordeste, no dia 24 de fevereiro.

O goleiro Danilo Fernandes foi atingido no rosto, perto do olho, e levado por uma ambulância a um hospital. Ele passou a noite no local, e recebeu alta por volta das 19h do dia seguinte. O jogador recebeu 20 pontos entre orelha, rosto e perna em função dos múltiplos ferimentos no corpo. O goleiro segue fora de campo desde então. O lateral-esquerdo Matheus Bahia também ficou ferido.

Dias após o atentado, a Polícia Civil identificou os envolvidos no ataque, que são membros da Bamor. Todos foram ouvidos em depoimento, mas ninguém foi preso.

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.