Publicidade

Bruno Lopes indica mudanças no Bahia e acredita em vitória sobre o Grêmio

Compartilhe este Post

Enquanto o técnico argentino Diego Dabove não assume o comando do Bahia, a equipe enfrenta o Grêmio sob o comando do português Bruno Lopes, treinador do sub-23. A partida está marcada para este hoje, às 19h (horário de Brasília), em Porto Alegre.

Em entrevista concedida na tarde desta sexta-feira, Lopes afirmou que vai fazer mudanças na equipe, porém destacou os pontos positivos do trabalho anterior, do técnico Dado Cavalcanti, demitido no início desta semana.

O treinador português, entretanto, preferiu não adiantar quais seriam as mudanças táticas e na escalação da equipe. “Quando há mudança, é sempre porque alguma coisa não agrada. Também não podemos esquecer as coisas boas bem feitas. É pouco tempo de trabalho. São três treinos com todo grupo e um regenerativo. Não dá para mudar muita coisa. Mas há questões comportamentais que podemos ajustar, como também posições táticas. E é por aí que vamos tentar. Manter as coisas e ajustar questões mais táticas”, pontuou.

É possível que pinte alguns atletas jovens na equipe. Bruno Lopes citou o caso de Ranielle, que já faz parte do elenco principal, e também de Raí, uma aposta dele para essa partida. “Não será um critério determinante. Idade não pode ser critério para entrar na equipe ou sair. Tem que ser na qualidade. Se tiver qualidade, será a aposta. Tem o caso do Ranielle, que já fazia parte do plantel e que trabalhou comigo no sub-23. O próprio caso do Raí, que é sub-20 e decidi puxar para o sub-23. Agora decidi trazer comigo para este jogo porque conheço as capacidades e qualidades dele”, disse.

Há seis rodadas sem vencer, o Bahia viu a aproximação das equipes que brigam contra o rebaixamento. A distância para o Sport, que abre o Z-4, é de apenas três pontos.

Um triunfo sobre o Grêmio, portanto, é fundamental, até porque, do contrário, o rival gaúcho pode diminuir a diferença entre as equipes para apenas dois pontos.

Confiante, o técnico Bruno Lopes acredita no resultado positivo. “Acredito que é 100%. É possibilidade alta, é algo que eu quero, desejo. Viemos aqui para ser parte ativa do jogo. Mas isso é um dado estatístico, tem pouca relevância porque o contexto [da última vitória sobre o Grêmio para agora] é diferente. São elencos completamente diferentes. Não será fator que terá peso no jogo”, disse.

Fonte – Globo Esporte

Foto – Divulgação/EC Bahia

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

27 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.