Publicidade

Burse vai precisar mexer na escalação do Vitória e tenta manter momento invicto

Compartilhe este Post

O Vitória tenta engatar uma reabilitação na reta final da fase classificatória da Série C do Brasileiro. O primeiro passo rumo a esse objetivo foi dado na rodada passada, quando o Leão venceu o Figueirense por 2×0, no Barradão. Diante da boa apresentação contra a equipe catarinense, o mais natural seria que João Burse repetisse a escalação do time no próximo compromisso, domingo (10), às 17h, contra o São José-RS. O problema é que o treinador rubro-negro não tem essa opção. 

Invicto após empate sem gols com o Altos e vitória contra o Figueirense, o Joao Burse vai colocar em campo a terceira escalação diferente. 

O Vitória terá pelo menos uma mudança no jogo que será disputado no estádio Francisco Novelleto, em Porto Alegre, na 14ª rodada. Com uma contusão na coxa, Rodrigão foi vetado pelos médicos e vai desfalcar o time. Titular nos últimos três duelos do Vitória, o centroavante precisará ser substituído. 

João Burse dispõe de duas outras opções de camisa 9 no elenco: Santiago Tréllez e Dinei. Em má fase, eles ainda não conseguiram estufar a rede pelo rubro-negro nesta temporada. O colombiano entrou no decorrer do jogo contra a equipe catarinense na rodada passada, mas voltou a passar em branco. Dinei foi relacionado, mas não saiu sequer do banco. 

Roberto, que não é centroavante de origem, mas já fez a função no Vitória algumas vezes, também é opção. Inclusive, foi ele o escolhido por João Burse para entrar na vaga de Rodrigão quando ele precisou ser substituído diante do Figueirense. Os gols do jogo não foram marcados por nenhum deles, mas sim por Luidy e Rafinha, que completaram o trio ofeensivo titular com Rodrigão. 

Além do ataque, outro setor do time deve ter mudança, o meio-campo. Há grande chance de Eduardo ficar fora do jogo contra o São José-RS por suspensão. O técnico João Burse só saberá se poderá contar com o meia ou não na sexta-feira (8), quando o jogador será julgado pela 5ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Eduardo se envolveu em uma briga com o atacante Yan Costa, do Atlético-CE, durante empate em 1×1, na 10ª rodada da Série C do Brasileiro, no dia 11 de junho. Na ocasião, os dois se estranharam dentro das quatro linhas e foram expulsos. Na saída do campo, eles trocaram socos. 

O zagueiro Mateus Moraes e o auxiliar técnico Ricardo Amadeu se envolveram na briga e também foram expulsos, bem como o atacante Ewerton Potiguar, da agremiação cearense.

Enquadrados no Artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), os envolvidos serão julgados por “praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente”. A punição prevista é de quatro a doze partidas de suspensão.

Pratas da casa como Eduardo, Alan Pedro e Gabriel Santiago são opções para a vaga. Recém-contratado, Gabriel Honório também está à disposição do técnico João Burse. 

Uma possível formação do Vitória contra o São José-RS teria Lucas Arcanjo, Alemão, Alan Santos, Marco Antônio e Guilherme Lazaroni; Léo Gomes, Dionísio e Eduardo (Alan Pedro); Luidy, Roberto (Tréllez) e Rafinha.

Fonte: Correio

Foto: Pedro Carpi

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.