Publicidade
Publicidade

Bahia demite Diego Dabove e Guto Ferreira assume time

Compartilhe este Post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Durou 45 dias e seis jogos a passagem do técnico Diego Dabove pelo Bahia. Com 28% de aproveitamento, o treinador argentino foi desligado do comando do time nesta quarta-feira após derrota por 3 a 1 para o Corinthians. Para o lugar dele, a diretoria acertou o retorno de Guto Ferreira.

O Bahia confirmou a saída de Dabove e, segundo comunicado do presidente Guilherme Bellintani, foi preciso “realizar uma correção de rumos”. O clube ainda não anunciou a chegada de Guto Ferreira, mas o ge confirmou que as duas partes chegaram a um acordo.

Guto Ferreira vai, então, para a terceira passagem pelo Bahia. Em 2016, comandou o time no acesso do time para a Série A e, em 2017, conquistou a Copa do Nordeste. O treinador, então, se transferiu para o Internacional em 2018; ele retornou ao Tricolor naquele mesmo ano, mas não repetiu o sucesso.

A chegada de Dabove foi acompanhada de grande expectativa no Bahia. Com o argentino, o clube voltava a apostar em um técnico estrangeiro, algo que não acontecia desde 1979, com Armando Renganeschi.

O problema é que, dentro de campo, desempenho e resultados não apareceram. Apesar das semanas livres para treinos, a equipe acumulou atuações ruins e se complicou na Série A. O Bahia de Dabove venceu só um jogo e está na zona de rebaixamento da competição.

Além disso, as seguidas alterações na equipe titular não surtiram efeito. Jogadores que eram titulares em uma partida acabavam perdendo a condição no compromisso seguinte. Em entrevista, Dabove disse que as mudanças frequentes faziam parte da sua característica.

Em entrevista ao ge no final e setembro, o gerente de futebol do Bahia, Júnior Chávare, elogiou o trabalho de Dabove. – A chegada dele está suprindo nossas expectativas. Cara de fácil diálogo, que está montando a equipe, conhecendo a equipe. Percebe que se tiver que mudar de uma semana para outra, muda. Tem facilidade nesse processo. Acredito que estamos dentro do que era o esperado pela chegada do profissional – afirmou na época.

Veja a nota divulgada pelo Bahia:

O Esporte Clube Bahia comunica que Diego Dabove não é mais o treinador do Esquadrão.

“Precisamos realizar uma correção de rumos. Não era algo que a gente gostaria de fazer, lamentamos bastante a situação, mas se a gente decidiu mudar tão rápido é uma prova de que a escolha terminou se mostrando equivocada – não no sentido da qualidade do trabalho, mas do ponto de vista de conhecimento do futebol brasileiro e do contexto do clube. Fazendo um balanço do dia a dia, dos resultados e dos desafios que temos pela frente, entendemos que essa é a medida correta no momento”, explica o presidente Guilherme Bellintani.

Junto com ele deixam o Tricolor os auxiliares Guillermo Formica e Walter Ribonetto, além do preparador físico Agustín Buscaglia.

Fonte – Globo Esporte

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *