Publicidade
Publicidade
Publicidade

Presidente do Bahia de Feira apoia FBF e dispara contra SINDAP e Bahia da capital

Compartilhe este Post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um dos interessados na rodada de amanhã é o Bahia de Feira que recebe a Unirb na Arena Cajueiro e precisa vencer para chegar a fase semifinal do Campeonato Baiano. A liminar do TRT suspendendo o jogo Bahia x Jacuipense e por tabela toda a rodada da competição causou revolta ao presidente do Tremendão, Jodilton Souza (FOTO), que disparou criticas contra o SINDAP e a direção do Bahia.

Souza se mostrou decepcionado com o presidente do SINDAP – Sindicato dos Atletas Profissionais da Bahia –Osni Lopes. “Nunca escondi que sou torcedor do Bahia da capital e quando Osni jogava, eu era um dos que admirava seu futebol. Mas essa atitude adotada pelo Sindicado é do tamanho dele: 1,15 m. É uma atitude mesquinha e principalmente egoísta porque claramente favorece ao Bahia. Só um cego não enxerga isso e que o sindicato está sendo usado como ‘fantoche’ para favorecer ao Bahia”, afirma Jodilton Souza.

O dirigente não escondeu o sentimento de revolta em relação à direção do Bahia. “A verdade é que o Bahia está com medo de não se classificar para a fase semifinal do Campeonato Baiano e aí quer jogar com o time principal porque sabe que o time de transição é fraco e pode ser derrotado pelo Jacuipense, o que seria o normal porque esse time de transição deles é horroroso. É simplesmente revoltante essa situação”, critica Jodilton Souza. “Isso revela a incompetência do Bahia e seus dirigentes que têm um orçamento gigantesco e são incapazes de montar um time de transição bom. Agora estão com medo e usam destes artifícios baixos para não se prejudicarem”, complementa

Jodilton Souza garante a revolta é geral entre os clubes. “Já conversei com alguns dirigentes e todos são contra isso. Conversei com o presidente Ricardo (Lima da Federação Bahiana de Futebol) e estou enviando um documento, onde o Bahia de Feira autoriza a marcação do jogo. Eles são tão egoístas que não pensam nos prejuízos que os clubes terão com um adiamento”, critica.

Por Cristiano Alves com informações de Miro Nascimento

Foto – Arquivo Pessoal

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *