Publicidade
Publicidade
Publicidade

Confiança é a arma do Fluminense diante do Vitória no Barradão

Compartilhe este Post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Fluminense de Feira encerrou os preparativos para encarar o Vitória amanhã (5), pela última rodada da fase classificatória do Campeonato Baiano. O técnico Índio Ferreira comandou o treino-a pronto e o clima entre os atletas é de otimismo, apesar da situação muito complicada em relação às possibilidades de rebaixamento.

Com 5 pontos, o Touro do Sertão precisa vencer o Vitória e torcer para que o Vitória da Conquista, que tem 7 pontos, perca para o já classificado Atlético de Alagoinhas. “É complicado, mas a gente tem que acreditar. Não adianta entrar em campo já derrotado, mesmo reconhecendo a dificuldade, mas futebol é futebol”, afirmou o goleiro Weide, que é um dos mais regulares no plantel tricolor.

No que depender da parte psicológica, o tricolor feirense deve entrar tranquilo em campo. É o que garante o atacante Guilherme Quijingue. “O primeiro passo é esse e depois temos que acreditar no nosso potencial, mesmo sabendo que o jogo é contra o Vitória, na casa deles e a nossa situação é complicada. Mas lá, na hora não temos que pensar nisso e sim em dar o nosso melhor”, destacou.

PREPARAÇÃO

O técnico Índio Ferreira está à frente do clube há pouco mais de 10 dias e sabe muito bem das dificuldades que terá pela frente. “Mesmo o Vitória não vivendo um grande momento, mas merece respeito e também, mesmo remotas as chances de classificação deles ainda existem. Tudo isso faz com que o jogo fique mais complicado, porém, temos que estar focados no objetivo de tirar o time da situação que está”, afirmou.

O comandante acredita que o Fluminense entrará em campo com mais confiança. “Eu encontrei um grupo cabisbaixo e muito desmotivado e nesses dias eu procurei trabalhar muito essa parte psicológica dos atletas. Eles hoje demonstram mais confiança, o que é importante na luta que temos pela frente”, disse Índio.

Sobre a estratégia de jogo, o treinador disse que a inteligência tem que prevalecer. “Temos uma ideia, sim, mas precisamos ver o que eles vão propor para que a partir daí joguemos com inteligência e acima de tudo maturidade. Vamos em busca do nosso objetivo e com certeza vamos fazer um grande jogo para colher um bom resultado e livrar o time dessa situação”, afirmou Índio Ferreira

Por Cristiano Alves com fotos e informações do repórter Paulo José

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *