Publicidade

Para presidente parceria no futebol tem que surgir de consenso no Fluminense

Compartilhe este Post

A possibilidade de uma empresa assumir o futebol do Fluminense de Feira será discutida entre os conselheiros nos próximos dias. A proposição parte da direção executiva do clube e de acordo com José Francisco Pinto, o Zé Chico, presidente do Touro do Sertão, o maior objetivo é provocar a reflexão dos conselheiros para que se chegue a um consenso e o clube possa se adequar à realidade de muitas agremiações que estão firmando parcerias para administrem departamentos.

Zé Chico (foto) não confirmou que existe uma empresa em específico para assumir o futebol do clube, porém deixou claro que o Fluminense precisa estar preparado para esta realidade vivida por algumas agremiações brasileiras. “Hoje temos clubes que negociaram seus departamentos de futebol, o que não é o nosso caso. Mas hoje, no atual momento que o Fluminense vive, não há como se fugir das parcerias, inclusive no futebol profissional já que outros clubes que são bem maiores se encontravam á beira da falência e essa alternativa é a ‘luz no fim do túnel’ para que eles continuem vivos e com novas perspectivas”, argumentou.

O dirigente lembrou ainda que o Fluminense é muito mais do que o futebol. “É preciso entender que o clube tem questões complexas para serem resolvidas: por exemplo, estamos trabalhando para deixar o CT em condições de uso; estamos buscando fazer a recuperação do acordo firmado há um tempo atrás no TRT que deixou de ser cumprido e o clube voltou a enfrentar problemas judiciais. São muitas questões e quando você tem as parcerias a possibilidade de agilidade em outras questões se torna maior”. Afirmou Zé Chico.

O documento que foi enviado ao Conselho Deliberativo, de acordo com o mandatário está mais ligado à questões reflexivas por parte dos conselheiros. “Enviamos a minuta para que o Conselho analise pontos importantes como valores percentuais, tempo de duração de contrato dentre outras coisas. Estatutariamente poderia usar da prerrogativa e agilizar uma parceria, mas vamos buscar o entendimento para alinhar os pensamentos e possamos fazer de uma forma que todos sejam beneficiados, principalmente o Fluminense”, declarou Zé Chico.

Os conselheiros se reunirão na próxima semana para discutir este e outros aspectos relacionados ao Touro do Sertão. 

Por Cristiano Alves

Com informações de Miro Nascimento

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.