Publicidade

Confiante Laelson Lopes traça o perfil que deseja para o Flu de Feira

Compartilhe este Post

Prestes a começar um novo trabalho no Fluminense de Feira, o treinador Laelson Lopes (foto) tem acompanhado a movimentação com relação a contratação de atletas para a disputa da Série B, que em 2020 ele conquistou comandando a Unirb, Experiente, o profissional demonstra confiança no que está sendo planejado pela diretoria para a disputa que começará no dia 22 de maio;

Na semana passada diretoria do Fluminense de Feira anunciou as chegadas do atacante Rodrigo, do zagueiro Dedé, o lateral-esquerdo Maicon e o volante Rogério Xodó e no começo desta semana foram confirmadas as chegadas do zagueiro Marabá, o atacante Chorinho, além da repatriação dos atacantes Tico e Kel Baiano e do meio-campista João Grilo, todos revelados pelo Touro do Sertão e que estão de volta para ajudar a equipe que busca retornar a elite estadual.  

Para o treinador, o grupo que está sendo montado tem o perfil que agrada para trabalhar. “O atleta precisa ser focado e para isso, ele precisa conhecer o clube, o projeto que a ser desenvolvido e os objetivos para serem alcançados. Nesse sentido estamos bem porque a maioria dos atletas que estão chegando já passaram por aqui, sabem da força da torcida e o desafio que teremos que é colocar o Fluminense volta na elite estadual”, comentou Laelson Lopes.

Sem detalhar seus planos, o comandante quer uma equipe com um perfil determinado. “A Série B, o cara precisa ter ‘sangue no olho’, ou seja, ele tem que querer, tem que abraçar a causa independente de tática ou técnica. Temos que ser propositivos principalmente no sentido de buscar os nossos objetivos. Então no grupo os atletas precisam ser comprometidos e trazer atletas com o perfil de conhecer o clube, a história e o projeto que se tem encaixa naquilo que pretendemos”, afirmou.

Os trabalhos em campo já começarão na próxima semana. “O que o torcedor pode esperar da nossa parte é muita vontade e principalmente determinação para bater a meta de colocar o time na elite baiana. O Fluminense tem marca, tem história e não pode estar na 2ª divisão. Vamos trabalhar muito para mudar isso”, garantiu Laelson Lopes

Por Cristiano Alves com informações de Miro Nascimento

Foto – Arquivo Pessoal

Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.